A Visão dos Glorificados e o Rebanho Único

Em minha obra Jesus, o Profeta Divino, ao dar prosseguimento ao estudo da Revelação Profética de Jesus para os Simples de Coração, percebi a necessidade de tecer um rápido comentário sobre “A Visão dos Glorificados”, que fotografa o Rebanho Único prometido pelo Cristo Ecumênico, o Divino Estadista.

 

“A visão dos glorificados

 

“9 Depois destas coisas olhei, e eis grande multidão que ninguém podia enumerar, de todas as nações, tribos, povos e línguas, em pé diante do trono e diante do Cordeiro de Deus, trajando vestiduras brancas, com palmas nas suas mãos;

 

“10 e clamava com grande voz, dizendo:

 

“Ao nosso Deus, que se assenta no trono, e ao Divino Cordeiro pertence a salvação.

 

“11 E todos os Anjos estavam de pé em derredor do trono, e dos anciãos, e dos quatro seres viventes: e ante o trono se prostraram sobre os seus rostos e adoraram a Deus,

 

“12 dizendo: Amém. Bênção e claridade, e o louvor, e a glória, e a sabedoria, e ações de graça, e a honra, e o poder, e a fortaleza sejam ao nosso Deus pelos séculos dos séculos. Amém.”

 

(Apocalipse, 7:9 a 12)

 

Recordo-me de um trecho da mensagem de Alziro Zarur (1914-1979), saudoso proclamador da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo, em 1o de outubro de 1972, durante a Proclamação do Apocalipse de Jesus, feita por ele, em Ribeirão Preto/SP, Brasil, acerca do assunto:

 

(...) Não condenamos os que rejeitam a tese das Religiões Irmanadas como roteiro para o Rebanho Único; mas o que julgamos acintoso, no ceticismo de certos pregadores sectários, é que teimam em não discernir onde termina o poder dos homens e onde começa o Poder de Deus. Deveriam ser mais prudentes e mais fraternos, mais humildes e mais lúcidos: se Jesus afirmou que haverá um só Rebanho para um só Pastor, que é Ele mesmo, sabia perfeitamente o que estava dizendo. Saibam como, ou não o saibam, os chefes espirituais, o Rebanho Único é uma realidade. A nenhum cristão, digno deste nome, é lícito pôr em dúvida a palavra do Fundador e Supremo Governante da Terra. A todos os escarnecedores só nos cumpre dizer: Irmãos e Irmãs, o Rebanho Único não foi formado no Evangelho que vocês leram, mas no Apocalipse que vocês não entenderam; pois, na verdade, já está formado no Reino de Deus.

 

Com estas palavras, Zarur, grande pregador, conceituou a Visão dos Glorificados. Contudo, não teve tempo de vida na Terra para aprofundar esse tema alentador aos que trabalham por reunir neste orbe o Rebanho Único de Jesus, o Cristo Ecumênico, o Divino Estadista. Eis a nossa tarefa. Infelizmente, alguns, ao discorrerem sobre os 144 mil selados (Apocalipse, segundo João, 7:1 a 8), acreditam que essa passagem se refira somente ao povo de Israel. Mas e os outros?

 

O Profeta Isaías, em seu livro no Velho Testamento, 60:8, antecipa essa discussão, ao apresentar a “Glória de Jerusalém”: “Quem são estes que vêm voando como nuvens, e comopombas às suas janelas?”.

 

Por isso mesmo, não cabe aqui, por incongruente, uma visão exclusivista acerca do que nos relata o Profeta de Patmos, o médium do Apocalipse. Esquecem-se alguns de ler e analisar, logo em seguida, a Visão dos Glorificados, que é amplíssima. Não disse Zarur que o Rebanho Único já está formado “no Apocalipse que vocês não entenderam”? E é lá, no Céu, que João Evangelista observa e relata, após descrever a selagem dos 144 mil de Israel, que se vê perante uma “grande multidão que ninguém podia enumerar, de todas as nações, tribos, povos e línguas, em pé diante do trono e diante do Cordeiro de Deus, trajando vestiduras brancas, com palmas nas suas mãos” (Revelação de Jesus, 7:9).

 

Nada mais, nada menos, multidão justamente constante da Visão dos Glorificados, que ocorre, antes de tudo, no Céu.

Publicado
Visualizações
490
YouTube