Paulo Matheus

Sobre o Autor

Paulo Matheus

Paulo Matheus

Nasceu em 1989, na cidade Porto Alegre. É engenheiro civil e trabalha com pesquisa na área. Começou a escrever cedo, junto com os irmãos, primos e amigos. Juntos, eles fundaram uma "editora", chamada Scott, onde o que mais faziam basicamente histórias em quadrinhos. Com o tempo, o autor passou a escrever histórias mais longas, algumas até hoje inacabadas. Em 2008 começou a escrever contos e crônicas em um blog pessoal. Estes escritos foram reunidos em Mensagens do Blog (2012), não publicado.
Além de Heterônimos Anônimos, trabalha em uma história do gênero fantasia, onde tem dois livros finalizados e outros três em andamento.
É casado com Daniele Lopes e tem uma filha, chamada Sophia.

Membro desde 03/08/2016 com 9034 acessos ao perfil.

Por: Golias Lisboa Lembro-me de quando estava aqui na redação do DC, vadiando, sem fazer nada o dia inteiro, nada mesmo (nada), quando resolvi entrar num site proibido para menores de 88 anos e pessoas com risco de enfarto, e me deliciando com uma Trakin ...

Categoria:Artigos
Publicado
Visualizações446

CANTIGAS MACABRAS

0 comentários

Por: Terrorista Manso Existia uma cidade no interior de algum grande centro urbano, que apesar de estar à beira da estrada, durante a noite era impossível de se atingir. Sim, era Rockfeller Ville, conhecida apenas por Rocktown. Durante o dia as casas era ...

Categoria:Artigos
Publicado
Visualizações612

O CAPETAL

0 comentários

Por: Josefo M. Guevara Escrever-lhes-ei, camaradas, o que tenho pensado em meu refúgio. Não tenho saído de casa para que meu raciocínio não seja bombardeado pelos anúncios capitalistas e opressores. Tenho evitado até mesmo trocar palavras com tais. Seria ...

Categoria:Artigos
Publicado
Visualizações294

AMOR E PAIXÃO

0 comentários

Por: Lamorve Bagman Jr. Recebo cartas diariamente. Algumas são boletos, a maioria atrasados. Mas não são desses que falarei. São daqueles corações sedentos por baboseiras prolixas.  E nisso eu sou bom. Uma dessas cartas dizia: “Meu caro, amo meu namorado ...

Categoria:Artigos
Publicado
Visualizações484

Por: Clarice Luftwaffe Meu autor favorito é José de Alencar. Alguns dizem que ele é chato e passa 80% do livro descrevendo cadeiras e objetos do cenário, e deixa de lado o enredo. Eu discordo. Motivo? Não interessa hoje. Mas apesar deste autor ser meu fa ...

Categoria:Artigos
Publicado
Visualizações650

Por: O Moralista Nunca entendi o porquê de dizer um palavrão após um estado ruim de espírito. Meu amigo, Joaquim Nabuco do Nosor, certa vez, me disse: “Quando estou bravo, esbravejo; quando estou esbravejando, eu me sinto aliviado”. Tudo bem que dias apó ...

Categoria:Artigos
Publicado
Visualizações431

Por: Golias Lisboa Isso se passou lá na grota, na zona rural da cidade satélite de Lambari do Oeste, que era considerada "desenvolvida". Para se ter uma ideia, "Eu reconheço que sou um grosso", do Gildo de Freitas, era a mais tocada de todas as rádios de ...

Categoria:Artigos
Publicado
Visualizações314

LUCY IN ROCKTOWN

0 comentários

Por: Terrorista Manso Lucy era uma menininha de 30 anos. Caminhava pela rua tarde da noite, nenhum rato se arriscava a sair naquela noite fria e chuvosa. Quer dizer, não estava chovendo literalmente, discutir o tempo era perda de tempo. Até por que naque ...

Categoria:Artigos
Publicado
Visualizações424

SER ADOLESCENTE

0 comentários

Por: Kamylla Onerosa Ser adolescente é muito difícil sabe? Minha mãe não entende, mas passamos por muitas dificuldades. Outro dia eu estava na escola com minhas amigas do Whatsapp, que por coincidência também são colegas do colégio, e percebi que não tin ...

Categoria:Artigos
Publicado
Visualizações343

O AMOR É TÃO SIMPLES

0 comentários

Por: Lamorve Bagman Jr. Complicar. Este deveria ser nosso verbo principal. Tal como sorvete de tutti-frutti, meu predileto. Gentilezas passam despercebidas. Nunca damos bom dia ao entregador de jornais, boa tarde ao chefe ou boa noite ao guardador ilegal ...

Categoria:Artigos
Publicado
Visualizações503